Boiçucanga



São Sebastião é um dos lugares mais belos do mundo.

Sua paisagem típica é composta por algumas das mais bonitas praias do Brasil, recortadas por montanhas verdes que contrastam com o azul do oceano. Mais de 80% da área do município é composta pela mata atlântica, protegida pelo Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo São Sebastião. O parque abriga raros tipos de pássaros, plantas e flores, que podem ser observados nas trilhas percorridas a pé, a cavalo ou de bicicleta. Quatro trilhas já estão mapeadas. São elas : trilhas da Cachoeira do Ribeirão do Itu e trilha da Praia Brava (ambas em Boiçucanga); trilha do Morro do Abrigo (Guaecá) e a trilha da antiga Estrada da Limeira. Todas podem ser percorridas com apoio seguro de guia treinado pela secretaria municipal de Meio Ambiente. Essas mesmas trilhas já foram usadas por índios antes da chegada dos portugueses e serviram para os colonizadores na exploração de um novo mundo.

Mas, todo cuidado é pouco. Na hora de escolher seu lazer peça informações detalhadas sobre o roteiro e a região. Certifique-se de que ele segue princípios ambientalmente corretos. Respeitar hábitos culturais alheios é outra recomendação importante, pois as culturas, os costumes, o estilo de vida e as manifestações artísticas variam de região para região. Jogar lixo, colher plantas, retirar conchas, pedras e caçar animais é expressamente proibido.

Preservar é dever de todos.

TRILHA DA PRAIA BRAVA
(2 km,nível médio, 2h30min de caminhada até a praia)

A trilha da Praia Brava começa na Rodovia Rio-Santos, na serra entre as praias de Maresias e Boiçucanga. O trecho em descida é por uma antiga estrada que passa através de uma área atlântica totalmente preservada, onde é possível se observar uma grande variedade de fauna e flora.
Para a realização deste passeio é obrigatória a contratação de um monitor de ecoturismo do município.
A melhor opção é ir a pé, uma vez que é proibido o trânsito de qualquer tipo de veículo no local.


CACHOEIRAS DO RIBEIRÃO DE ITU
A Trilha das Cachoeiras do Ribeirão de Itu é longa, porém, sem muitas subidas e descidas.
A melhor opção é iniciar o passeio logo pela manhã, garantindo, assim, tempo suficiente para se observar a mata atlântica e tomar banhos de cachoeira.
No decorrer do trajeto existem inúmeros córregos. Por isso, o passeio deve ser evitado no caso de chuvas fortes.
Os grupos devem ser de até dez (10) pessoas por guia, respeitando a capacidade suporte do ambiente visitado. 
Recomenda-se, para maior segurança dos visitantes, que a chegada a Boiçucanga se dê até as 18:00hs.

ILHAS
Avistadas da estrada que contorna as praias (Rod. Rio-Santos), as ilhas formam um cenário natural. Habitadas ou não, com ou sem praias, elas se tornam ponto de atração para quem deseja curtir a tranqüilidade e a imensidão do mar.

São também uma ótima opção para a prática de esportes aquáticos, principalmente o mergulho, em virtude das águas claras e quentes que, geralmente, abrigam grande diversidade de peixes e algas.

Ilha das Couves é muito procurada por mergulhadores devido aos seus costões rochosos que restringem a aproximação de grandes embarcações.

Já “As Ilhas” possui duas praias magníficas de mar calmo, excelentes para banhos.

A Ilha dos Gatos também é muito procurada, principalmente por pescadores, já que em sua região podem ser encontradas várias espécies de peixes.
A Ilha dos Gatos possui uma história interessante: ali existiu uma mansão construída totalmente em pedra por uma americano que, de acordo com a lenda, tratava-se de um testa de ferro de Rockfeller. A imensa casa era equipada com louças finas e tinha uma biblioteca enorme. Com a morte dos donos, ao poucos foi sendo dilapidada. Hoje, trata-se apenas de ruínas. Porém, não deixa de ser uma aventura curiosa e empolgante.

Ilha de Montão do Trigo é a única habitada. Com 80 moradores, está localizada a dez (10) km do continente. 
Um pouco mais à frente, está o Arquipélago dos Alcatrazes. É o conjunto de ilhas mais conhecido do litoral paulista devido à sua excepcional variedade de espécies animais, sobretudo aves.

Não se esqueça:
Coloque nas malas roupas leves para as caminhadas durante o dia e quentes para a noite. Use roupas confortáveis como bermuda e camiseta, roupa de banho, tênis ou bota. Leve repelente, bastante bebida isotônica, além de frutas.